UOL Notícias Notícias
 

27/12/2009 - 18h08

Chanceler italiano oferece apoio aos EUA após tentativa de atentado

ANSA
ROMA, 27 DEZ (ANSA) - O chanceler italiano, Franco Frattini, manifestou hoje a "viva preocupação" e a solidariedade do país aos Estados Unidos ante a tentativa do nigeriano Umar Farouk Abdulmutallab de explodir um avião da companhia Delta Northwest Airlines que se aproximava do aeroporto de Detroit.

Em declarações à ANSA, o ministro avaliou de maneira positiva as medidas adotadas por autoridades norte-americanas após o episódio, que segundo ele colocam como prioridade "a segurança nacional e de todos, a começar pelos passageiros".

Frattini disse que a Itália dará sua contribuição neste quesito, com a adoção de medidas em seus aeroportos, e reiterou a disposição do país para colaborar com os Estados Unidos no "combate ao terrorismo em todas as suas formas".

Dois dos principais aeroportos italianos -- Fiumicino, em Roma, e Malpensa, em Milão -- já implementaram medidas extras de segurança para voos com destino a Israel, Grã-Bretanha e Estados Unidos, o que está causando atraso nas partidas.

Abdulmutallab, de 23 anos, teria usado PETN (tetranitrato de pentaeritritol), perigosa substância química, para tentar explodir o avião, que se aproximava do aeroporto de Detroit vindo de Amsterdã.

Em vez de explosão, porém, ele causou um princípio de incêndio e sofreu queimaduras de segundo e terceiro graus. Dos demais passageiros, duas pessoas ficaram feridas, mas sem gravidade.

A ação foi definida pela Casa Branca como uma tentativa de ataque terrorista. O nigeriano, que disse às autoridades ter vínculo com a Al-Qaeda, foi indiciado por tentativa de atentado.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,02
    3,136
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,02
    75.974,18
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host