UOL Notícias Notícias
 

28/12/2009 - 15h47

Em 2010, Peru espera uma 'relação inteligente' com o Chile

ANSA
LIMA, 28 DEZ (ANSA) - O chefe do Conselho de Ministros do Peru, Javier Velásquez, afirmou hoje que espera que seu país e o Chile desenvolvam uma "relação inteligente" em 2010 para que ambas as nações consigam se beneficiar economicamente.

"Há 35 mil peruanos no Chile que desenvolveram seu projeto de vida [no país], há US$7 milhões de intercâmbio comercial, e há desafios como o fato de sermos países vizinhos e de poder aproveitar nossas complementaridades econômicas para conseguir maiores benefícios frente a Ásia", explicou Velásquez.

Segundo o chefe do Conselho de Ministros, a relação entre os dois países não deve considerar a demanda apresentada pelo Peru ao Tribunal Internacional de Justiça, em Haia, em que se pleiteia a redefinição dos limites marítimos com o Chile.

"Tem que ser uma relação inteligente, na qual se entenda que o litígio em Haia deve ser encapsulado nesse âmbito", opinou.

"Acredito que a grande guerra que ambos os países têm pela frente é contra a pobreza. Isso se inscreve na minha tese de que nossas relações devem ser inteligentes para aproveitar nossas complementaridades no mercado asiático", indicou Velásquez, que já presidiu o Congresso unicameral peruano.

Velásquez ainda minimizou a possibilidade de Lima apresentar nova demanda em Haia contra Santiago, devido ao suposto caso de espionagem do suboficial da Força Aérea Peruana (FAP) Víctor Ariza Mendoza, que receberia dinheiro em troca de informações confidenciais, pois "o Chile já começou a dar sinais que responderá com responsabilidade".

Além de Velásquez, o chanceler peruano, José Antonio García Belaúnde, também expressou seu otimismo sobre a relação com o Chile a partir do próximo ano, quando a presidente Michelle Bachelet será substituída pelo opositor Sebastián Piñera ou o governista Eduardo Frei, que disputam o cargo nas eleições do dia 17 de janeiro.

"As declarações de ambos os candidatos sobre sua futura relação com o Peru são opiniões muito positivas", afirmou o diplomata, em entrevista à agência oficial Andina.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,03
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,09
    68.714,66
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host