UOL Notícias Notícias
 

31/12/2009 - 13h41

Italianos são feridos durante protesto a favor de palestinos no Cairo

ANSA
ROMA, 31 DEZ (ANSA) - Dois italianos foram feridos hoje no Cairo, capital do Egito, durante confrontos entre a polícia do país e manifestantes que participavam de uma marcha pela libertação da Faixa de Gaza -- território onde vivem mais de um milhão de palestinos e que sofre intervenção de Israel.

De acordo com informações do Ministério das Relações Exteriores da Itália, as condições de saúde dos feridos, um homem e uma mulher, não despertam preocupações.

A Chancelaria também comunicou que a Embaixada italiana no Cairo "segue atentamente o caso" junto à Unidade de Crises do Ministério.

Cerca de 400 ativistas que participavam da marcha foram detidos pela polícia egípcia. Além dos dois italianos, outras pessoas ficaram feridas no confronto.

O objetivo dos manifestantes era chegar à Faixa de Gaza, já que os dois territórios são vizinhos, e prestar solidariedade à população um ano após a ofensiva israelense "Chumbo fundido" -- operação militar que deixou mais de 1.400 mortos na região, de acordo com serviços médicos palestinos.

Também foram organizados protestos em outros locais do Oriente Médio, com o mesmo objetivo.

O político de esquerda italiano Maurizio Musolino, que estava presente na marcha, classificou a situação dos ativistas de "dificílima".

"Queríamos somente protestar para que seja removido o assédio a Gaza e lembrar a responsabilidade da comunidade internacional no fato de que a faixa, há três anos, se tornou uma imensa prisão a céu aberto, mas não estão nos permitindo", explicou.

Há dias os ativistas da marcha vinham pedindo às autoridades egípcias a permissão para entrar em Gaza, o que havia sido negado.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,02
    3,136
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,02
    75.974,18
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host