UOL Notícias Notícias
 

14/01/2010 - 11h48

Ensino nas escolas não deve 'banazilar' a sexualidade, diz Papa

ANSA
CIDADE DO VATICANO, 14 JAN (ANSA) - O papa Bento XVI pediu hoje aos educadores que não "banalizem" a sexualidade humana no ensino e promovam "uma visão alta do amor".

"Está diante dos olhos de todos a necessidade e a urgência de ajudar os jovens a projetar suas vidas em valores autênticos", disse o Pontífice, em discurso feito no Vaticano a políticos de Roma e da região de Lazio.

O líder católico ressaltou também que esta visão "alta" do ser humano e da sexualidade "encontra no patrimônio religioso e cultural cristão uma de suas expressões mais sublimes".

"A Igreja diz sim à vida, ao amor vivido na verdade do dom de si ao outro, ao amor que se abre à vida e não se fecha em uma visão narcisista do casal", enfatizou o Papa.

No discurso proferido hoje às autoridades civis italianas, Bento XVI também pediu ao poder público que proteja "a família fundada no matrimônio e no respeito à vida desde sua concepção até seu fim natural".

"Espero que possam ser adotadas também novas medidas em favor das famílias, em particular das mais numerosas", disse Bento XVI, ressaltando que elas constituem a "célula da sociedade". O Papa também fez um apelo aos governantes locais por uma "dedicação generosa aos doentes".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,02
    3,136
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,02
    75.974,18
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host