UOL Notícias Notícias
 

14/01/2010 - 16h27

Ex-porta-voz de João Paulo II pede ajudas concretas ao Haiti

ANSA
SARONNO (VARESE), 14 JAN (ANSA) - O ex-porta-voz do papa João Paulo II, Joaquín Navarro-Valls, disse hoje que a fé em Deus pode aliviar o sofrimento da população do Haiti, mas que também é necessária uma ajuda humanitária concreta.

O país caribenho foi atingido na terça-feira por um terremoto de 7 graus na escala Richter que devastou a capital, Porto Príncipe. Ainda não há dados oficiais, mas o presidente haitiano, René Preval, estima o número de mortos em até 50 mil pessoas.

"É preciso tentar aliviar o mais possível sua dor e todos os gestos de generosidade podem ser muito úteis. A ajuda humanitária deve se concretizar em todos os níveis, com um pequeno esforço da parte de todos. Me parece que a comunidade internacional esteja se movendo nesta direção", afirmou Navarro-Valls.

Em dois dias, países e organizações multilaterais se mobilizaram intensamente para enviar dinheiro, alimentos, remédios e recursos humanos à região devastada. Os Estados Unidos, o Fundo Monetário Internacional (FMI) e o Banco Mundial doarão, cada um, US$ 100 milhões.

O ex-porta-voz de João Paulo II falou durante o lançamento de seu novo livro, "A passo d'uomo", no qual recorda algumas das principais passagens da vida do pontífice, morto em 2005.

Navarro-Valls também comentou os recentes conflitos envolvendo polícia, imigrantes e cidadãos italianos na localidade de Rosarno, sul da Itália. Em três dias de confrontos, mais de 60 pessoas ficaram feridas e pelo menos 10 foram presas.

Para superar o problema do racismo, seria "necessário globalizar a ideia da dignidade do homem", afirmou o ex-porta-voz, comparando o episódio à revolta iniciada por jovens filhos de imigrantes (em sua maioria do Norte da África) na periferia de Paris em 2005.

"Estes episódios não acontecem somente na Itália", observou Navarro-Valls. "Para compreender um tema global, o grande desafio é o de conseguir ter uma ideia bem clara de quem são estas pessoas e da sua dignidade. Sem um claro ponto de referência, os problemas se tornam insolúveis", completou.

Formado em medicina e jornalismo, Joaquín Navarro-Valls leciona atualmente em diversas universidades italianas. Ele já recebeu vários títulos de Doutor Honoris Causa de instituições de ensino na Europa e na América.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,22
    3,142
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    0,67
    70.477,63
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host