UOL Notícias Notícias
 

15/01/2010 - 10h42

Em Buenos Aires, Cristina Kirchner e José Mujica definem agenda comum

ANSA
BUENOS AIRES, 15 JAN (ANSA) - A presidente argentina, Cristina Kirchner, recebeu ontem em Buenos Aires o uruguaio José Mujica, eleito para governar seu país a partir de 1º de março.

Durante o encontro, ambos dialogaram sobre a crise ligada ao funcionamento de uma fábrica de celulose na área de fronteira e definiram uma agenda de temas comuns.

Segundo informações da diplomacia de Buenos Aires, Cristina e Mujica -- eleito em novembro -- tiveram uma "conversa muito cordial" na Casa Rosada, sede do governo. O mandatário eleito estava acompanhado da esposa, a senadora Lucía Topolansky.

Em entrevista coletiva concedida após a reunião, Mujica reconheceu que não há "nenhuma solução à mão" para o impasse envolvendo a fábrica de pasta de celulose, que foi instalada na cidade uruguaia de Fray Bentos, às margens do rio que leva o nome do país.

A Argentina garante que a unidade, vendida recentemente pelo grupo Botnia ao UPM, ambos da Finlândia, foi construída sem seu consentimento, o que violaria um tratado, e polui as águas do Rio Uruguai.

Para protestar contra a presença da fábrica, ambientalistas da cidade argentina de Gualeguaychú mantém há três anos bloqueada uma ponte que une os dois países.

A questão, que foi parar no Tribunal Internacional de Justiça, em Haia, e ainda não tem solução, instaurou uma crise diplomática entre os dois governos. Mujica assegurou, porém, que existe a "disposição para melhorar as relações em tudo o que for possível".

"Não pretendemos tocar o céu com as mãos da noite para o dia, mas ir enfrentando os problemas e tentar negociá-los com o espírito mais construtivo possível", enfatizou.

Já quanto aos temas que farão parte da agenda comum e serão tratados por uma comissão bilateral, estarão entre eles "o gás, a energia, a navegação do rio Uruguai, a interconexão elétrica com o Brasil e os passos comuns no Mercosul".

Cristina Kirchner e José Mujica haviam mantido uma breve reunião em Montevidéu em dezembro, antes do início da Cúpula do Mercosul realizada no Uruguai naquela ocasião.

Agora, em Buenos Aires, o presidente eleito do Uruguai, famoso por seus hábitos simples, ficou hospedado na casa de uma amiga de militância na coalizão Frente Ampla, da qual ele faz parte.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h00

    0,40
    3,279
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,95
    63.257,36
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host