UOL Notícias Notícias
 

16/01/2010 - 15h24

Papa fala do nazismo um dia antes de visita a sinagoga de Roma

ANSA
CIDADE DO VATICANO, 16 JAN (ANSA) - Em um discurso divulgado hoje pela Rádio Vaticana, o papa Bento XVI falou sobre sua juventude na Alemanha, os anos de formação no seminário depois do nazismo e a convicção de que Cristo era "mais forte do que qualquer tirania".

As palavras do Pontífice vêm a público um dia antes da anunciada visita que ele fará à sinagoga de Roma, repetindo após 23 anos um gesto de João Paulo II -- o primeiro papa a entrar em um templo judeu (o mesmo que será visitado por Bento XVI), em 13 de abril de 1986.

O evento tem sido envolto em polêmica depois da assinatura, em dezembro, do Decreto das Virtudes de Pio XII, em uma das últimas etapas para sua beatificação. Falecido em 1958, Pio XII é acusado pela comunidade judaica de ter se omitido perante o Holocausto durante a Segunda Guerra Mundial (1939-1945).

O discurso de Bento XVI foi feito durante uma audiência na qual esteve presente uma delegação de Freising, que concedeu ao Pontífice o título de cidadão honorário da localidade alemã.

"A cidade de Freising tem um papel muito particular. Ali recebi a formação que determinou minha vida e por isso é sempre presente em mim e eu nela", afirmou o chefe máximo da Igreja Católica.

Bento XVI lembrou de fevereiro de 1946, quando, logo após o final da guerra, o seminário de Freising reabriu suas portas. "Pudemos retomar os estudos e foi um momento significativo da nossa vida: ter finalmente iniciado o percurso para o qual nos sentíamos chamados", recordou, citando as condições espartanas da vida no seminário.

"Éramos felizes, não somente porque havíamos fugido das misérias, dos perigos da guerra e do domínio nazista, mas porque finalmente éramos livres. E sobretudo, porque estávamos nos preparando para nossa vocação", continuou o Papa.

O Pontífice disse ainda que "Cristo é mais forte que a tirania, a força de sua ideologia e de seus mecanismos de opressão" e que, na juventude, tinha a consciência de ser um "novo homem" em um mundo que renascia dos escombros.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h00

    0,40
    3,279
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,95
    63.257,36
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host