UOL Notícias Notícias
 

04/02/2010 - 16h02

Jornal uruguaio critica ataques à liberdade de imprensa na Am. Latina

ANSA
MONTEVIDÉU, 4 FEV (ANSA) - O jornal uruguaio El País lamentou em editorial publicado hoje "a frequência com que governos latino-americanos atentam contra a liberdade de imprensa", o que geraria "insegurança e medo" dentro das sociedades.

Segundo a publicação, essa atitude é tomada por pessoas que "não sabem ou não querem reconhecer o papel que a multiplicidade de conceitos ideológicos deve desempenhar em uma comunidade aberta, tolerante e ventilada".

O texto ainda critica especialmente o presidente da Venezuela, Hugo Chávez, e a "aceleração do autoritarismo" na Argentina.

"Entre os exemplos recentes desses inimigos das liberdades públicas figuram casos que se destacam, como a decisão do presidente venezuelano de tirar do ar seis canais de televisão a cabo", afirma o jornal.

O El País alude também, ainda que de maneira indireta, ao conflito envolvendo o governo da presidente Cristina Kirchner e o diário argentino Clarín.

"Isso ocorre em meio a uma visível aceleração do autoritarismo, que se caracteriza por combater a todos que não se submetam a uma linha oficial", diz o editorial.

"Com menos rebuliço, mas com a mesma persistência, a presidente argentina continua em sua campanha verbal contra a imprensa opositora, uma opção em que também figura seu marido e ex-mandatário", Néstor Kirchner, ressalta o jornal.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host