UOL Notícias Notícias
 

10/02/2010 - 11h37

UE condena manifestação contra Embaixada da Itália em Teerã

ANSA
BRUXELAS E ROMA, 10 FEV (ANSA) - A União Europeia "condena fortemente o ataque" ocorrido ontem contra a Embaixada italiana em Teerã, segundo afirmou hoje a Alta Representante da UE para os Negócios Estrangeiros e a Política de Segurança, Catherine Ashton.

Nesta terça-feira, iranianos protestaram diante das sedes diplomáticas de alguns países europeus. A manifestação realizada em frente à representação italiana durou 20 minutos e contou com a presença de cerca de 100 milicianos Basaj, favoráveis ao presidente Mahmoud Ahmadinejad.

Autoridades iranianas negaram que o protesto tenha sido orquestrado pelo governo e afirmaram que os ativistas eram "apenas estudantes universitários". A iniciativa seria uma reação às palavras do primeiro-ministro Silvio Berlusconi, que em visita a Israel na semana passada condenou o programa nuclear iraniano e pediu à comunidade internacional "fortes sanções" contra Teerã.

O site da rádio e TV estatais do governo de Ahmadinejad divulgou hoje uma carta aberta ao chanceler Franco Frattini na qual ataca o governo italiano e condena as palavras ditas ontem pelo ministro, que atribuiu a ação à milícia.

De acordo com o texto, os Basaj não têm "medo de declarar o que fazem". "A polícia iraniana impediu danos à vossa embaixada e só consentiu que os estudantes entoassem seus slogans, como é justo que aconteça em uma democracia: quereis que impeçamos as manifestações?", questiona a carta.

O Parlamento europeu também se pronunciou sobre o caso pedindo que as autoridades locais garantam "a segurança das missões diplomáticas". Os eurodeputados aprovaram uma resolução na qual exprimem "preocupação pela natureza dos protestos ocorridos em frente às embaixadas da UE em fevereiro, orquestrados por milícias Basaj".

Ao mesmo tempo, o parlamento "condena firmemente o recurso à violência da parte das autoridades iranianas no confronto dos manifestantes que procuram exercitar sua liberdade de expressão e seu direito de reunião pacífica".

Hoje, Frattini voltou a criticar a ação contra a sede diplomática, mas recomendou "não ter preocupações" quanto a novos episódios hostis. "Nossa embaixada permanece aberta. Obviamente insistiremos para que haja uma garantia absoluta de segurança para o pessoal italiano", afirmou.

"O Irã deve compreender que não pode nem mesmo imaginar dividir-nos. A Europa continuará unida", completou o chanceler. "Felizmente, pedimos e obtivemos que houvesse uma só voz da Europa para condenar as violências e as provocações", informou.

Ele também reafirmou que o mundo tem visto "provocações inauditas e gestos absolutamente irrefletidos" e que é "tempo das sanções". "Acredito que para a comunidade internacional hoje seja uma prova de credibilidade: se não conseguirmos pensar rapidamente sobre um pacote de sanções divididas, demonstramos nossa fraqueza", declarou Frattini.

"Queremos que o Irã torne às mesas de negociação e para fazê-lo é preciso estarmos unidos. Se nos dividimos, eles continuarão a enriquecer urânio", comentou o ministro das Relações Exteriores da Itália -- lembrando o anúncio feito nesta semana por Ahmadinejad de que seu país passaria a manipular o elemento enriquecido em 20%, abrindo caminho para a elaboração da bomba atômica.

O chanceler também falou sobre os possíveis eventos desta quinta-feira, data na qual será comemorado o 31º aniversário da República Islâmica do Irã, proclamada com a vitória da Revolução Islâmica comandada pelo aiatolá Ruhollah Khomeini.

"Estamos preocupados pelo perigo que os protestos de amanhã em Teerã podem gerar", comunicou Frattini. "Façamos o enésimo apelo às autoridades iranianas para que evitem qualquer recurso à violência, à força nas praças contra os manifestantes pacíficos", acrescentou.

"Não creio que seja do interesse de Teerã fazer escapar de suas mãos a situação, mas certamente todos devem estar com os nervos tensos", ressalvou. O ministro disse ainda que seu governo "não aprecia nem encoraja nenhum tipo de protesto contra o Irã nas praças italianas".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,28
    3,182
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,29
    64.676,55
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host