UOL Notícias Notícias
 

12/02/2010 - 11h21

Agressor de Berlusconi irá a julgamento em maio

ANSA
MILÃO, 12 FEV (ANSA) - O italiano Massimo Tartaglia, que agrediu o primeiro-ministro Silvio Berlusconi no último mês de dezembro com uma estatueta do Duomo [catedral] de Milão, será julgado no dia 7 de maio.

A audiência foi marcada pela juíza de Milão, Cristina Di Censo, que acatou o pedido de julgamento imediato apresentando pelo procurador-adjunto Armando Spataro.

Tartaglia, que está em prisão domiciliar em um hospital psiquiátrico devido a indícios de transtornos mentais, é acusado de lesão corporal qualificada, com agravante de premeditação e por ter sido praticada contra uma autoridade.

A agressão ocorreu no dia 13 de dezembro, após o chefe de Governo italiano discursar em um comício de seu partido na cidade de Milão.

Tartaglia, de 42 anos, aproximou-se do premier e lançou a estatueta contra o rosto de Berlusconi, que quebrou dois dentes, fraturou o septo nasal e feriu lábio superior.

Imediatamente, o primeiro-ministro foi encaminhado ao hospital San Raffaele, em Milão, onde permaneceu internado por quatro dias; e o italiano foi levado à prisão de prisão San Vittore, de onde foi transferido no último dia 19 de janeiro a um hospital local.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host