UOL Notícias Notícias
 

12/02/2010 - 12h57

Celso Amorim e Sebastián Piñera analisam integração sul-americana

ANSA
SANTIAGO DO CHILE, 12 FEV (ANSA) - O ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, abordou hoje, em uma reunião com o presidente eleito do Chile, Sebastián Piñera, pontos relacionados à integração sul-americana e às relações bilaterais.

Após o encontro, realizado esta manhã, Amorim classificou os laços entre os dois países de "fantásticos", e afirmou que o comércio bilateral deverá atingir US$ 10 bilhões, com maior integração nas áreas de esporte, energia, ciência e cultura.

O chefe da diplomacia brasileira, que chegou ontem à noite a Santiago, lembrou que os dois países deverão trabalhar juntos pela união das nações da região. O encontro de hoje também contou com a presença do futuro chanceler chileno, Alfredo Moreno.

Amorim não comentou, no entanto, se o presidente Luiz Inácio Lula da Silva irá se reunir com Piñera durante a próxima Cúpula do Grupo do Rio, que será realizada no México, nos dias 22 e 23 de fevereiro. O empresário acompanhará a atual presidente chilena, Michelle Bachelet, ao evento, quando o Chile assumirá a secretaria rotativa do órgão. Lula também já confirmou presença.

Ainda hoje, o ministro brasileiro se reunirá no Palácio de la Moneda, sede do governo, com o ministro do Interior chileno, Edmundo Pérez Yoma, e, em seguida, com Mariano Fernandez, titular da pasta de Relações Exteriores do Chile.

Ontem, Fernández antecipou que, no encontro com Amorim, analisará o contexto político da região, incluindo a "transição política" em Honduras.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h19

    0,19
    3,272
    Outras moedas
  • Bovespa

    16h28

    -0,48
    63.775,67
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host