UOL Notícias Notícias
 

17/02/2010 - 13h55

Ao abrir a Quaresma, Papa orienta cristãos a rejeitarem a vida 'superficial e incoerente'

ANSA
CIDADE DO VATICANO, 17 FEV (ANSA) - O papa Bento XVI disse hoje, em ocasião da Quarta-feira de Cinzas, que os cristãos devem mudar de caminho na vida, "como uma autêntica inversão de marcha", rejeitando "um estilo de vida superficial e incoerente".

"Converter-se significa precisamente ir contracorrente, entendendo por corrente um estilo de vida superficial e incoerente que muitas vezes nos arrasta, nos domina e nos torna prisioneiros do mal e da mediocridade", disse o Papa na audiência geral desta manhã, dedicada inteiramente à Quaresma, iniciada hoje e que vai até o Domingo de Páscoa.

"Com a conversão, nos colocamos completamente nas mãos de Deus", continuou o Papa que, ao referir-se ao rito católico da imposição das Cinzas, recordou de que "do pó viemos e ao pó voltaremos".

"Mas se é verdade que não somos mais do que pó é também verdade que este nosso pó é precioso aos olhos de Deus, que fez da nossa morte, partilhada por Jesus Cristo, o caminho da ressurreição gloriosa", esclareceu.

Por isso, os cristãos devem refutar o medo da morte e refutar também esta cultura, que censura e oculta o momento final da vida humana.

"A liturgia quaresmal, por um lado, lembra-nos da morte e convida-nos ao realismo e à sabedoria, mas, por outro lado, nos incita, sobretudo, a colher e a viver a novidade inesperada que é libertada pela fé cristã na realidade da mesma morte", completou.

Na tarde de hoje, o Papa preside ainda a Estação Quaresmal e a procissão penitencial na Basílica de Santo Anselmo, e uma missa, na qual se realizará o rito da Imposição das Cinzas, na Basílica de Santa Sabina.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,59
    3,276
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -1,54
    61.673,49
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host