UOL Notícias Notícias
 

18/02/2010 - 18h58

Equador diz ter superado crise energética e quer ajudar vizinhos

ANSA
QUITO, 18 FEV (ANSA) - O governo do Equador afirmou hoje que já dá por superada a crise no abastecimento de energia elétrica vivida pelo país no fim do ano passado.

"Podemos dizer que superamos a crise energética no país", disse o ministro de Eletricidade, Miguel Calahorrano, em declarações ao jornal oficial El Ciudadano.

Um regime de racionamento de energia foi adotado no Equador no início de novembro devido à falta de chuvas na região em que fica a central hidrelétrica de Paute, a maior do país.

Outro fator que alimentou a crise foi o déficit estrutural que afeta o setor, causado por baixos investimentos em usinas termelétricas.

Para enfrentar a situação, o governo, bastante criticado, precisou adquirir geradores e chegou a importar energia da Colômbia e do Peru.

Agora, porém, de acordo com o ministro Calahorrano, o Equador reúne condições para inclusive vender energia a nações vizinhas que têm sofrido com a estiagem, entre elas a própria Colômbia e a Venezuela.

"Hoje conversei com o ministro de Energia colombiano e ele disse que, por meio da Colômbia, poderíamos vender energia para a Venezuela", informou.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    15h49

    -0,73
    3,259
    Outras moedas
  • Bovespa

    15h56

    1,35
    64.083,47
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host