UOL Notícias Notícias
 

25/02/2010 - 16h50

Governador de Buenos Aires espera aumento de investimentos brasileiros em 2010

ANSA
BUENOS AIRES, 25 FEV (ANSA) - O governador da província de Buenos Aires, Daniel Scioli, destacou hoje a importância dos investimentos feitos por companhias brasileiras no principal estado da Argentina, que segundo ele devem crescer neste ano.

Scioli explicou que, no âmbito político, existem hoje "boas relações com São Paulo e Rio de Janeiro". "Há uma grande colaboração com estes estados em temas de saúde, segurança e urbanismo", afirmou.

Ele mencionou especialmente uma cooperação mantida com o Rio em relação a modelos de urbanização de favelas e questões de segurança.

O governador disse ainda que, para ampliar a parceria, pretende continuar a enviar missões comerciais a São Paulo e Rio e também aos estados do sul do Brasil.

Segundo Scioli, "graças aos investimentos brasileiros, há localidades em Buenos Aires que apresentam uma situação de pleno emprego".

Como exemplo, ele mencionou o município de Trenque Lauquen, onde foi instalada uma fábrica de calçados esportivos da Vulcabras. O projeto elevou o número de postos de trabalho na região, indicou o governador.

Outras companhias com forte presença em Buenos Aires e que promovem investimentos na província, disse ele, são a Camargo Corrêa e o frigorífico Marfrig.

A província de Buenos Aires tem cerca de 11 milhões de habitantes e desde 1987 é governada por políticos do Partido Justicialista (peronista).

Economia Ao falar sobre as perspectivas para o desempenho da economia da Argentina neste ano, Scioli demonstrou otimismo. Disse que "2010 será um grande ano" e defendeu a criação do Fundo do Bicentenário, idealizado pelo governo para pagar parte da dívida do país que vence neste ano.

Em sua opinião, a implementação do dispositivo, que receberia um aporte de US$ 6,5 bilhões de reservas do Banco Central, "é uma condição para manter o ritmo de crescimento" da Argentina.

A criação do fundo, porém, foi embargada pela Justiça. O assunto ficará a cargo da Corte Suprema.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host