UOL Notícias Notícias
 

25/02/2010 - 20h12

Itália: David Mills se diz 'satisfeito' com prescrição de acusação

ANSA
LONDRES, 25 FEV (ANSA) - O advogado britânico David Mills disse hoje ter ficado satisfeito com a decisão da Corte Suprema de Cassação da Itália, que determinou a prescrição da acusação que pesava contra ele, que havia sido condenado por corrupção.

"Estou satisfeito com o fato de que esta saga tenha finalmente chegado ao fim. Agora posso voltar a ter uma vida normal", disse ele, por meio de uma nota.

Nesta quinta-feira, a Corte Suprema de Cassação, máxima instância da justiça italiana, acatou um pedido apresentado pelo procurador Gianfranco Ciani.

De acordo com o argumento de Ciani, o crime pelo qual Mills foi condenado já prescreveu, diferentemente da cronologia de fatos assumida pelo Tribunal de Segunda Instância de Milão, que emitiu o veredicto, segundo o qual este mesmo prazo se daria no próximo dia 11 de abril.

Desta forma, foi anulada a sentença de Mills, que havia sido condenado a quatro anos e meio de reclusão. Ele foi acusado de receber US$ 600 mil do premier italiano, Silvio Berlusconi, para prestar um falso testemunho e esconder provas durante dois julgamentos contra o primeiro-ministro no fim dos anos 90.

No entanto, a corte confirmou que Mills deverá ainda assim pagar uma indenização de 250 mil euros ao governo italiano por danos de imagem.

"Estou mais grato do que as palavras podem dizer à minha família e aos meus amigos, que sabiam que eu era inocente e que sempre me apoiaram, e também ao meu advogado", disse o britânico.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,03
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,09
    68.714,66
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host