UOL Notícias Notícias
 

25/02/2010 - 18h48

Lula viaja a El Salvador para discutir integração e assinar acordos

ANSA
SAN SALVADOR, 25 FEV (ANSA) - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva chega ainda hoje a El Salvador para sua quarta visita oficial ao país desde que foi eleito, em 2003. A viagem é a última etapa de um giro que também passou por México, Cuba e Haiti.

Com seu homólogo, Mauricio Funes, o presidente analisará a formalização de um possível acordo entre o Mercosul e o Sistema de Integração Centro-Americana (Sica).

Em uma entrevista publicada hoje pelo jornal local La Prensa Gráfica, Lula destacou os possíveis benefícios gerados por uma aproximação entre as duas regiões, que será uma de suas prioridades para o segundo semestre de 2010, quando o Brasil assumirá a presidência temporária do Mercosul.

O presidente ressaltou ainda a importância "estratégica" das relações entre os dois países. Na entrevista, Lula recordou que Brasil e El Salvador mantém relações diplomáticas estáveis desde 1906, mas ele foi o primeiro mandatário a visitar a nação centro-americana. Segundo ele, El Salvador é um "país estratégico" para o Brasil na região.

Nesta sexta-feira, Lula e Funes assinarão uma série de acordos. O Brasil deve liberar um crédito de cerca de US$ 500 milhões concedido pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) ao Banco Multisetorial de Investimentos (BMI), de El Salvador.

O dinheiro pode ser usado para financiar a renovação da frota de ônibus do país e auxiliar pequenas e médias empresas.

Lula chega a San Salvador na tarde de hoje (horário local) e será recebido com um jantar por Funes e sua esposa, a brasileira Vanda Pignatto, que é ligada ao Partido dos Trabalhadores (PT).

"Temos um dia intenso de trabalho na sexta-feira, que inclui reuniões com empresários, com o gabinete [de ministros] e a assinatura de acordos entre Brasil e El Salvador", disse à imprensa local o chanceler do país anfitrião, Hugo Martínez.

Durante a visita, os dois chefes de Estado devem ainda firmar tratados na área da saúde, para desenvolver um sistema nacional de bancos de sangue, e outro de desenvolvimento agrário e fortalecimento da agricultura familiar.

Etanol

Lula disse também que especialistas brasileiros avaliam a construção de um projeto para produzir etanol no departamento de Usulután, que teria capacidade para processar 100 milhões de litros do combustível anualmente.

Nesta sexta-feira, os mandatários também visitarão a Igreja Catedral para orar no túmulo do arcebispo Oscar Arnulfo Romero, assassinado por um comando direitista em março de 1980.

A visita de Lula será a primeira de um governante estrangeiro a El Salvador desde que Funes assumiu a presidência, em junho de 2009. Durante toda a campanha, o então candidato da esquerdista Frente Farabundo Martí para a Libertação Nacional (FMLN) afirmou que Lula seria um exemplo para a sua gestão.

Vanda Pignatto, por sua vez, fez uma viagem a Brasília nos últimos dias, quando foi recebida por autoridades e visitou o Congresso.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h00

    0,40
    3,279
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h08

    1,12
    63.361,20
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host