UOL Notícias Notícias
 

27/02/2010 - 17h17

Aeroporto argentino garante recebimento de voos desviados do Chile

ANSA
BUENOS AIRES, 27 FEV (ANSA) - Os voos com destino ao Chile, que estão sendo desviados ao aeroporto de Mendoza, província localizada no oeste argentino, "dificilmente" causarão algum colapso neste terminal, disseram hoje à ANSA fontes aeroportuárias dessa cidade.

"Dificilmente o aeroporto entrará em colapso porque a presidente chilena, Michelle Bachelet, logo após o terremoto, já avisou que os voos seriam desviados", contou um funcionário da Administração Nacional de Aviação Civil.

Com o aviso prévio, segundo a mesma fonte, foi possível "que os voos fossem imediatamente transferidos também aos aeroportos de Ezeiza [em Buenos Aires] e Córdoba", o que evitou um congestionamento em Mendoza.

Após o terremoto, que foi registrado às 3h34 locais, algumas companhias aéreas preferiram cancelar as partidas com destino a territórios chilenos. As autoridades do país decidiram fechar o aeroporto internacional de Santiago por 72 horas.

Até o momento, de acordo com o Escritório Nacional de Emergência local (Onemi, na sigla em espanhol), já são 147 os mortos vítimas da tragédia. Contudo, estima-se que este número possa aumentar nas próximas horas.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,67
    3,136
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    0,31
    75.990,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host