UOL Notícias Notícias
 

27/02/2010 - 20h01

Itália oferece ajuda técnica ao Chile após terremoto de 8,8 graus na escala Richter

ANSA
SANTIAGO DO CHILE, 27 FEV (ANSA) - O governo italiano ofereceu hoje suporte técnico ao Chile, país que foi atingido nesta madrugada por um abalo sísmico de 8,8 graus na escala Richter, que deixou mais de 200 mortos e milhares de desabrigados, segundo dados oficiais.

O embaixador da Itália no Chile, Vincenzo Palladino, transmitiu uma mensagem pessoal do ministro das Relações Exteriores do país, Franco Frattini, ao chanceler chileno, Mariano Fernández, na qual expressou sua solidariedade e proximidade, oferecendo suporte técnico e qualquer outro tipo de ajuda aos familiares das vítimas e aos milhares de afetados pelo tremor.

O diplomata também emitiu à presidente da nação sul-americana, Michelle Bachelet, as condolências do governo italiano, "pelo desastroso terremoto que atingiu hoje o seu país".

Segundo informou há pouco o ministro do Interior, Edmundo Pérez Yoma, subiu para 214 o número de vítimas fatais em decorrência do terremoto. Ele não disse, contudo, a cifra exata de desaparecidos.

Entre as cidades mais atingidas estão Talca e Concepción, duas grandes localidades do país, que tiveram pontes e edifícios destruídos, e ficaram sem energia elétrica, serviços de telecomunicações e água potável.

De acordo com a ministra da Habitação, Patricia Poblete, pelo menos 500 mil moradias foram danificadas e 1,5 milhão de pessoas afetadas diretamente pela tragédia.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host