UOL Notícias Notícias
 

27/02/2010 - 14h23

Italiano usa SMS para avisar família de que está bem

ANSA
BOLONHA, 27 FEV (ANAS) - O italiano Antonio Parenti, que se encontra em Capitán Pastene, a cerca de 200 quilômetros do epicentro do terremoto que atingiu o Chile nesta madrugada, mandou uma mensagem de texto por celular para a visar a família de que está bem.

"Tudo bem, Parenti", dizia o texto enviado pelo assessor da localidade de Pavullo nel Frignano, sul da Itália.

O europeu estava na América do Sul em missão, já que o vilarejo de Capitán Pastene foi fundado por um grupo de imigrantes desta e de outras cidades dos Apeninos. Por essa razão, Parenti visita o local cerca de duas ou três vezes por ano.

O prefeito de Pavullo nel Frignano, Romano Canovi, informou que conversou com Silvia Bartolini, outra italiana que se encontra no Chile. "Ela me telefonou e disse que falou com ele [Parenti] pessoalmente", explicou.

Já Lia Orsini, que se encontrava em sua casa no sétimo andar de um edifício de Santiago no momento do tremor de terra, contou à ANSA que sentiu "um medo enorme" na hora do terremoto.

"Minha filha hoje não foi trabalhar. Ela mora no 18º andar, imaginem o que passou. O prédio oscilava", contou a italiana.

"A situação em Santiago está se normalizando. Ontem, agentes e bombeiros desenvolveram um grande trabalho. A luz voltou há pouco", comentou.

O terremoto de 8,8 graus na escala Richter foi sentido às 3h34 da madrugada de hoje. O epicentro estava localizado a 90 quilômetros de Concepción, segunda maior cidade do país, mas seus efeitos puderam ser sentidos também na capital, distante 500 quilômetros. O número de mortos pode ser de até 180 pessoas.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host