UOL Notícias Notícias
 

27/02/2010 - 08h27

Número de mortos em terremoto no Chile chega a 50

ANSA
SANTIAGO DO CHILE, 27 FEV (ANSA) - O número de mortos no terremoto de 8,3 graus na escala Richter, que atingiu na madrugada de hoje a região centro-sul do Chile, subiu a 50, informou o subsecretário do Interior, Patricio Rosende.

Pouco antes, a presidente do país, Michelle Bachelet, confirmou a morte de 16 pessoas, enquanto o canal de TV estatal do país, o Chile Televisión Nacional, falava em 47 vítimas fatais.

A mandatária, que nas primeiras horas do dia se reuniu com um comitê de emergência, também pediu calma à população, que deve evitar ficar nas ruas para permitir e facilitar o trânsito das equipes que atuam nas regiões afetadas.

O tremor foi registrado por volta das 3h34 locais e atingiu principalmente as regiões de Bío Bío e Maule, no sul do país. Existe ainda o risco de um tsunami.

Em decorrência do movimento telúrico, várias regiões ficaram sem comunicação telefônica, sem eletricidade e, em algumas, também foi interrompido o fornecimento de água potável.

Por mais de duas horas foram registradas novas réplicas. Uma destas, sentida às 7h31 locais na capital Santiago, fez com que diversos edifícios tremessem, inclusive o prédio onde se localiza o escritório da agência ANSA, que teve uma forte oscilação.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,95
    3,157
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h28

    -1,26
    74.443,48
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host