UOL Notícias Notícias
 

27/02/2010 - 15h50

Reserva Mundial da Biosfera é atingida por tsunami no litoral do Chile

ANSA
SANTIAGO DO CHILE, 27 FEV (ANSA) - O arquipélago de Juan Fernández, na costa chilena, foi afetado pelas altas ondas provocadas pelo terremoto de 8,8 graus na escala Richter que atingiu o país às 3h34 da madrugada de hoje.

Situadas nas proximidades da cidade litorânea de Valparaíso, 670 quilômetros a oeste da costa, as ilhas fazem parte da Rede Mundial de Reservas da Biosfera -- status conferido em 1977 pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).

O prefeito de Valparaíso, Ivan de la Maza, confirmou que o tsunami provocado pelo terremoto invadiu algumas áreas da ilha Robinson Crusoé, em particular a localidade de San Juan Bautista. Três moradores estão desaparecidos.

Relatos publicados no sistema de microblogging Twitter e difundidos pela emissora pública chilena afirmam que três pessoas foram mortas em Juan Fernández e que dez estão desaparecidas. As informações, porém, não foram confirmadas por fontes oficiais.

De acordo com La Maza, uma embarcação está se dirigindo ao local a partir da cidade litorânea para prestar os primeiros socorros à população de Juan Fernández -- território que deve seu nome ao navegador espanhol que o descobriu, na segunda metade do século XVI.

O arquipélago possui uma superfície de 147 quilômetros quadrados e é de origem vulcânica. Suas três ilhas principais -- além de Robinson Crusoé, Alejandro Selkirk e Santa Clara -- são habitadas por poucas centenas de pessoas, em sua maioria dedicadas à pesca de lagosta.

A ilha de Robinson Crusoé, que serviu de inspiração para o livro "As aventuras de Robinson Crusoé" (1719), do escritor Daniel Defoe, serviu de prisão para o Estado chileno até 1931.

O clima do território é subtropical e favorece o crescimento de uma vegetação frondosa, onde há uma fauna desenvolvida ao longo de milhões de anos. Entre os séculos XVII e XVIII, o local atraiu inúmeros corsários -- tanto que sobrevive até hoje a lenda de um tesouro de 800 barris de ouro enterrado ali.

Foi para se defender dos piratas que em 19749 os conquistadores espanhois construíram em Robinson Crusoé o forte de Santa Bárbara, destruído e reconstruído sucessivamente e declarado desde 1979 monumento histórico.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    10h20

    -0,20
    3,260
    Outras moedas
  • Bovespa

    10h21

    0,94
    63.253,02
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host