UOL Notícias Notícias
 

01/03/2010 - 14h18

(Amplia) Mujica presta juramento como novo presidente do Uruguai

ANSA
MONTEVIDÉU, 1 MAR (ANSA) - O presidente eleito do Uruguai, José Mujica, iniciou hoje o discurso que marcou sua posse no Palácio Legislativo do país com agradecimentos à sua esposa, Lucía Topolansky, aos parlamentares, aos diplomatas e aos chefes de Governo presentes.

Na cerimônia de Declaração de Fidelidade Constitucional, que antecede a cerimônia de transmissão da faixa presidencial, Mujica também agradeceu a todos que o acompanham, "de suas casas, do exterior".

Mantendo o tom irreverente de sempre, ele lembrou ainda que não sabe se já se tornou presidente -- no momento do juramento -- ou irá se tornar apenas quando receber a faixa presidencial, o que acontecerá às 17h locais (16h no horário de Brasília).

"Me comprometo por minha honra a desempenhar lealmente o cargo que me foi confiado e a defender a Constituição da República", disse Mujica, ao lado do vice-presidente do país, Danilo Astori, e da primeira-dama, que também preside a Assembleia Geral (Congresso).

"Sou presidente apenas pela vontade dos eleitores. Eleito, me advirto que não me distraia e me recorde que estou no mandato para uma tarefa. Não em vão o sinônimo de presidente é mandatário [mandado por outros e não por si mesmo]", continuou em seu discurso.

Embora o dia de hoje marque o início de seu governo, Mujica considerou que este é um dia de festa e que amanhã serão iniciados "os passos ao purgatório", como já havia dito logo pela manhã, ao deixar sua chácara em Rincón del Cerro rumo à capital.

"Faremos tudo para cumprir com nossos mandatos constitucionais", continuou ao enfatizar a necessidade de se "criar as condições para governar por 30 anos com políticas de Estado, tanto na educação quanto na segurança e na matriz energética".

"Gostaria de acreditar que este dia é a sessão inaugural de um governo de 30 anos, não meu, não da Frente [Ampla, sua coalizão], mas de um sistema de partidos tão sábio que seja capaz de criar túneis herméticos por onde corram intocados os grandes assuntos", complementou.

"Há muito que aprendemos que as batalhas por tudo ou nada são o caminho para que nada mude. Queremos melhorar a educação e a segurança, o que não se consegue aos gritos", declarou o chefe de Governo em meio a aplausos.

Mujica, que é o sexto presidente pós-ditadura do país, assume o governo uruguaio para o segundo mandato da Frente Ampla, que em 2004 elegeu o chefe de Governo que hoje entrega seu posto, Tabaré Vázquez.

A cerimônia oficial da transmissão da faixa presidencial será realizada na Praça Independência, em Montevidéu. Pela primeira vez, este ato será realizado ao ar livre.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host