UOL Notícias Notícias
 

01/03/2010 - 11h21

Chile pede ajuda a ONU e UE para recuperação após terremoto

ANSA

BRUXELAS, 1 MAR (ANSA) - O Chile pediu oficialmente ajuda à ONU e à União Europeia para enfrentar as consequências do terremoto de 8,8 graus que atingiu o país na madrugada deste sábado, deixando mais de 700 mortos e afetando dois milhões de pessoas.

A solicitação foi anunciada pela Alta Representante da UE para os Negócios Estrangeiros e a Política de Segurança, Catherine Ashton.

Em uma coletiva de imprensa, a funcionária comunicou que o governo chileno pediu ajuda para a reconstrução de pontes, infraestrutura em geral e a restauração do setor de telecomunicações, além de assistência médica e instrumentos para a purificação de água.

De acordo com Ashton, as ofertas de contribuição já estão sendo encaminhadas à nação sul-americana. Ela explicou ainda que uma equipe de 30 especialistas foi designada para uma missão de avaliação dos danos causados pelo abalo sísmico.

Amanhã, a representante da UE para a política externa irá ao Haiti, país que também foi atingido por um terremoto no mês passado. O tremor devastou a capital, Porto Príncipe, e matou mais de 200 mil pessoas

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h16

    -0,05
    3,173
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h23

    1,12
    65.403,25
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host