UOL Notícias Notícias
 

01/03/2010 - 13h09

Italiano diz que só entendeu a magnitude do terremoto do Chile ao assistir à TV

ANSA

ROMA, 1 MAR (ANSA) - O italiano Andrea Fagioli, que se encontrava próximo ao epicentro do terremoto que atingiu o Chile neste sábado, contou à ANSA que só compreendeu a gravidade do abalo quando foi para Santiago e assistiu à televisão.

Na hora do tremor de terra, às 3h34 da madrugada, Fagioli estava em San Fabian de Alico, localidade que fica em Bío Bío, uma das regiões mais afetadas pelo tremor que matou mais de 700 pessoas.

"O abalo foi de uma violência e de uma duração impressionantes", mas "pessoalmente, comecei a entender de que coisa se tratava de verdade só quando voltei a Santiago e vi a televisão".

"Várias zonas do país estão completamente isoladas. Muita gente que está bastante próxima ao epicentro, como estava eu, não têm ideia das proporções do que aconteceu", explicou o italiano, em e-mail enviado à ANSA.

Fagioli confirmou também que o terremoto cortou a eletricidade, de modo que não havia TV ou internet -- apenas o rádio. Mesmo assim, segundo ele, os números não passavam a dimensão exata da tragédia.

O italiano comentou que era adolescente quando, em 1997, um tremor de terra de 6,4 graus na escala Richter atingiu as regiões de Marcas e Úmbria, no centro do país europeu. Por isso "com as devidas proporções, entendi rapidamente que era uma coisa gigantesca da qual falariam todos os noticiários do mundo".

"Tentei ligar imediatamente para os meus para dizer que estava vivo, mas só consegui falar ontem com minha família", que, graças à TV, "sabia muito mais do que eu", comentou.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,45
    3,141
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,39
    64.684,18
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host