UOL Notícias Notícias
 

01/03/2010 - 09h41

Vázquez cumpre último compromisso como presidente do Uruguai

ANSA
MONTEVIDÉU, 1 MAR (ANSA) - O presidente do Uruguai, Tabaré Vázquez, cumpriu seu último ato oficial como dirigente do país, já que entregará o cargo nesta segunda-feira ao mandatário eleito, José Mujica.

O chefe de Estado assistiu ontem a uma cerimônia na Praça Independência que contou com a presença de milhares de simpatizantes da coalizão governista Frente Ampla.

O presidente recebeu a bandeira do país, que ficou hasteada durante seu mandato de cinco anos, das mãos do chefe de uma delegação do Corpo de Bombeiros. Também foi tocado o hino nacional.

Durante todo o ato, o público gritou "Tabaré, Tabaré" e "não nos decepcionou". Por meio de um cartaz, um dos militantes agradeceu o mandatário por ter ajudado "os mais pobres".

Autoridades políticas, como Mujica, o futuro vice-presidente, Danilo Astori, e alguns ministros, também compareceram à cerimônia.

Em um breve discurso, Vázquez agradeceu sua família, amigos, ministros, colaboradores, legisladores, governantes regionais e companheiros de sua gestão, e afirmou estar "profundamente emocionado pelas demonstrações de carinho, afeto e apoio".

"As emoções nublam meu pensamento, cobrem meus olhos e me tiram as palavras", disse o mandatário, expressando "sua mais profunda confiança de que o governo sucessor, com Mujica como presidente de todos os uruguaios, também vai responder às expectativas dos cidadãos de um país melhor".

Com uma popularidade que supera os 60%, Vázquez conclui seu mandato com um crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) de 30% no acumulado de cinco anos, desemprego inferior a 7% e um aumento real de 20% no salário mínimo e na aposentadoria.

No âmbito dos direitos humanos, o governo de Vázquez habilitou a atuação da justiça nos casos de crimes cometidos durante a ditadura militar (1973-1985), o que possibilitou a prisão dos ex-ditadores Juan María Bordaberry e Gregório Alvaréz, além de uma dezena de ex-militares e policiais.

Após rejeitar uma possível mudança na Constituição do país para buscar um segundo mandato, o nome do presidente aparece como o favorito para a chapa da Frente Ampla na corrida eleitoral de 2014.

Mujica, vencedor do segundo turno das eleições uruguaias como candidato da Frente Ampla, assumirá hoje o governo do país em um ato que será assistido por uma série de presidentes latino-americanos, entre eles Luiz Inácio Lula da Silva.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,28
    3,182
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,29
    64.676,55
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host