UOL Notícias Notícias
 

04/03/2010 - 19h12

Entidade responsabiliza governo cubano por situação de jornalistas presos

ANSA
NOVA YORK, 4 MAR (ANSA) - O Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ) pediu hoje a libertação "imediata e sem condições" de todas as pessoas presas em Cuba por razões políticas e responsabilizou as autoridades da ilha pelo "bem-estar" dos jornalistas que estão entre os detidos.

"Uma semana após a morte de Orlando Zapata Tamayo, um jornalista em greve de fome se encontra em estado crítico, enquanto as condições de saúde dos demais profissionais encarcerados seguem sendo graves", diz uma nota divulgada pelo CPJ.

O jornalista ao qual o texto se refere é Guillermo Fariñas, de 48 anos, que faz uma greve de fome que já leva oito dias e ontem foi internado em um hospital da cidade de Santa Clara, onde vive, após ter perdido a consciência.

Depois de ser hidratado, ele recebeu alta e pôde voltar para casa. O protesto dele foi iniciado justamente após a morte de Zapata Tamayo, que não resistiu após ter permanecido em greve de fome durante 85 dias.

Fariñas, por sua vez, exige a libertação de 26 "prisioneiros de consciência" que têm problemas de saúde.

"A morte de Zapata, que gerou condenações da comunidade internacional e uma incomum manifestação do presidente [de Cuba] Raúl Castro lamentando o ocorrido, ressaltou as terríveis condições das prisões cubanas e o tratamento desumano dispensado a dissidentes", afirma o CPJ.

O coordenador do programa da entidade para as Américas, Carlos Lauría, dirigiu-se ao governo do país solicitando que "assegure aos jornalistas presos um atendimento adequado".

A Comissão Cubana de Direitos Humanos e Reconciliação Nacional (CCDHRN) alega que há pelo 201 presos políticos na ilha. Para o governo, porém, são "mercenários" que agem em defesa dos interesses dos Estados Unidos.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host