UOL Notícias Notícias
 

04/03/2010 - 16h08

Governo cubano volta a negar viagem de blogueira

ANSA
HAVANA, 4 MAR (ANSA) - O governo de Cuba negou a permissão para que a blogueira Yoani Sánchez deixasse o país e viajasse ao Chile, onde foi convidada a participar do 5º Congresso Internacional da Língua Espanhola, informou à ANSA seu marido, o escritor Reinaldo Escobar.

Sánchez é conhecida internacionalmente pelos textos críticos ao regime cubano publicados em sua página na internet, Generación Y. Segundo Escobar, na última segunda-feira, o serviço de imigração informou a ela que "no momento não está autorizada a sair do país".

O escritor ressaltou que "a negativa da permissão de saída é uma arma para penalizar as pessoas que não são favoráveis ao governo". A blogueira, de 34 anos, foi convidada para falar sobre o uso do espanhol na internet durante o congresso.

O encontro seria realizado entre terça-feira passada e amanhã, em Valparaíso, mas foi suspenso devido ao terremoto de 8,8 graus que atingiu o Chile na madrugada de sábado.

Pela quinta vez, Yoani Sanchéz foi impedida pelo governo de deixar o país. No dia 24 de fevereiro, a Academia Cubana da Língua anunciou que não participaria do mesmo congresso por considerá-lo "um show midiático anticubano".

Sem mencionar nomes, os acadêmicos da ilha caribenha disseram em um comunicado que "foram convidadas pessoas que não contam com avais para refletir e discutir sobre o destino do espanhol, e cuja presença no encontro só pode ser interpretada como uma provocação política".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    13h39

    0,76
    3,172
    Outras moedas
  • Bovespa

    13h44

    0,74
    65.582,77
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host