UOL Notícias Notícias
 

04/03/2010 - 18h43

Ministro homenageia agente italiano morto no Iraque há cinco anos

ANSA
ROMA, 4 MAR (ANSA) - O ministro do Interior da Itália, Roberto Maroni, exaltou hoje as virtudes do ex-agente do Serviço para as Informações e a Segurança Militar (Sismi) Nicola Calipari, morto em 2005 em uma operação de resgate realizada durante a Guerra do Iraque.

Ao discursar em uma cerimônia em memória de Calipari, Maroni se referiu a ele como "um grande servidor do Estado" e um "verdadeiro exemplo para aqueles que decidiram participar dessa difícil e perigosa missão".

"Eu não conheci Calipari, mas depois de tê-lo ouvido hoje é como se o tivesse conhecido, porque vi aquela força e entusiasmo que encontrei nos homens e nas mulheres da polícia", enfatizou o ministro depois de assistir à filmagem de uma palestra feita pelo agente em 2004.

No dia 4 de março de 2005, o oficial foi morto no Iraque quando participava da operação de libertação da jornalista italiana Giuliana Sgrena, do jornal Il Manifesto.

Nicola Calipari, que foi morto por engano por soldados norte-americanos, também foi lembrado hoje pelos deputados Michele Ventura e Alessandro Maran, ambos do opositor Partido Democrata (PD).

"Nós queremos lembrá-lo pelo empenho coerente e constante de toda a sua vida, e estamos próximos a sua família, a sua esposa, que trabalha conosco todos os dias, com afeto e gratidão", afirmaram os parlamentares.

Em 2007, o Sismi foi substituído pela Agência de Informações e Segurança Externa (AISE), que responde diretamente ao primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi. O antigo órgão estava ligado ao Ministério da Defesa.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,03
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,09
    68.714,66
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host