UOL Notícias Notícias
 

04/03/2010 - 15h40

Rafael Correa compara presidente do Uruguai a Nelson Mandela

ANSA
MONTEVIDÉU, 4 MAR (ANSA) - O presidente do Equador, Rafael Correa, comparou hoje o seu homólogo uruguaio, José Mujica, ao ex-líder sul-africano Nelson Mandela (1994- 1999), por ambos terem passados "de lutas e prisões".

Em entrevista ao jornal uruguaio La República, Correa comentou que Mujica é uma espécie de "Mandela sul-americano", já que ficou detido por mais de uma década durante a ditadura militar uruguaia (1973-1985).

"Mandela também foi outro lutador, que passou 40 anos de sua vida preso e, depois, foi presidente do seu país e realizou muitas mudanças", recordou o chefe de Estado do Equador, referindo-se à época em que o ativista era considerado terrorista pelo governo sul-africano por lutar pelo fim da segregação racial.

Para Correa, Mujica, que é ex-guerrilheiro tupamaro, "já contribuiu muito com o processo de mudança no Uruguaio e na América Latina" e, "agora que está no poder, acreditamos que vai fazer muito mais".

Mujica assumiu a presidência do Uruguai na última segunda-feira, em uma cerimônia assistida por diversos líderes políticos da região, entre eles Luiz Inácio Lula da Silva e Correa.

Na mesma entrevista, o mandatário equatoriano também falou sobre o regime socialista, afirmando que "um dos erros do socialismo clássico" foi "negar o mercado" e a principal falha da "esquerda tradicional foi dar o mesmo remédio para todos os pacientes".

Segundo Correa, "não é a sociedade que deve ser subordinada ao mercado, mas o mercado deve ser subordinado à sociedade", do mesmo modo que "o socialismo do século XXI tem que se adaptar à realidade de cada país".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    09h59

    0,03
    3,158
    Outras moedas
  • Bovespa

    10h07

    0,18
    74.579,69
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host