UOL Notícias Notícias
 

08/03/2010 - 08h19

García ressalta oportunidade de aproximação com Piñera

ANSA
LIMA, 8 MAR (ANSA) - O presidente do Peru, Alan García, afirmou que sua presença na cerimônia de posse do mandatário eleito do Chile, Sebastián Piñera, poderá melhorar a relação entre os dois países, que se enfrentam na Corte Internacional de Justiça, em Haia.

"Creio que [a ida à solenidade, ndr.] abre as portas para que mais adiante abordemos outros temas", comentou García.

"São cada vez melhores nossas relações políticas e, mesmo com o julgamento de um tema internacional que nos separa, estamos comprometidos a reconhecer que, qualquer que seja o veredicto da Corte Internacional de Haia, já não é tempo de seguir se armando e mostrando os dentes. Devemos iniciar uma época de irmandade", sugeriu o chefe de Estado peruano.

O Peru apresentou em janeiro de 2008 um requerimento em Haia, na Holanda, solicitando a revisão de limites marítimos, questão que o governo chileno considera resolvida pelos tratados de 1929 e os posteriores de 1952 e 1954. Está previsto para Santiago dar sua resposta ao pedido amanhã.

A cerimônia de posse de Piñera está agendada para a próxima quinta-feira. Entre os presidentes latino-americanos que comparecerão, além de García, destaca-se o uruguaio José Mujica, que fará sua primeira viagem internacional como chefe de Estado.

Mujica venceu o segundo turno das eleições uruguaias, realizadas em novembro, e recebeu a faixa de governante na última segunda-feira.

Já o presidente Luiz Inácio Lula da Silva cancelou na semana passada sua ida a Santiago devido à situação do Chile, que foi atingido por um terremoto de 8,8 graus na escala Richter a cerca de dez dias.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,13
    3,270
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,51
    63.760,94
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host