UOL Notícias Notícias
 

08/03/2010 - 09h10

Relações entre tráfico latino-americano e máfia italiana são retratadas em ensaio

ANSA
BUENOS AIRES, 8 MAR (ANSA) - Os vínculos existentes entre a 'Ndrangheta, máfia da região italiana da Calábria, e o narcotráfico latino-americano são o tema do ensaio "Fratelli di sangue" (Irmãos de sangue, em tradução livre), de autoria do juiz Nicola Gratteri e do jornalista Antonio Nicaso.

O texto, publicado recentemente também em espanhol, fala ainda das ligações entre grupos paramilitares colombianos e a organização criminosa italiana -- considerada atualmente a mais poderosa do mundo.

De acordo com o ensaio, "a máfia calabresa há tempos deslocou o centro de suas atividades para a América Latina" e "goza de relações privilegiadas e diretas com os produtores e traficantes de cocaína do Peru, Chile, Brasil, Argentina, Uruguai, Paraguai, Venezuela, Bolívia e Colômbia".

Um dos "enviados" da 'Ndrangheta nas selvas colombianas seria Roberto Pannunzi, que teria feito contato com Salvatore Mancuso, filho de imigrantes italianos e chefe da milícia de extrema direita Autodefesas Unidas da Colômbia (AUC).

Outro nome citado por Gratteri e Nicaso é o do empresário Giorgio Sale, dono de uma cadeia de restaurantes e outros negócios na Colômbia e que chegou a viver em uma das áreas mais valorizadas de Nova York antes de ser preso.

"Hoje a 'Ndrangheta não é somente a organização criminal mais compacta e menos visível sobre o terreno, mas também a mais perigosa e a mais difundida", asseguram os autores, afirmando que os calabreses desbancaram os sicilianos da Cosa Nostra no tráfico internacional de drogas.

Gratteri, que é magistrado na província de Reggio Calábria, vive protegido devido a ameaças recebidas, enquanto Nicaso é assessor do conselho governamental da Aliança contra o Contrabando, em Genebra, na Suíça.

Em declarações à ANSA, o jornalista argentino radicado em Milão Rubén Higinio Oliva concordou que a organização retratada no ensaio "é hoje a máfia mais importante do mundo e a mais aguerrida, sangrenta e potente de todas".

Há alguns anos, Oliva dirigiu o documentário "La Santa, viaggio nella 'Ndrangheta sconosciuta" ("A Santa, viagem na 'Ndrangheta desconhecida", em tradução livre) em parceria com Enrico Fierro. O trabalho, que fala justamente sobre o tema, rendeu-lhe ameaças de morte.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,38
    3,223
    Outras moedas
  • Bovespa

    18h25

    -0,04
    74.486,58
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host