UOL Notícias Notícias
 

11/03/2010 - 11h24

Presidente do Equador diz que Chile 'seguirá adiante' com Piñera após terremoto

ANSA
SANTIAGO DO CHILE, 11 MAR (ANSA) - O presidente do Equador, Rafael Correa, que está no Chile para assistir à cerimônia de posse do mandatário eleito Sebastián Piñera, afirmou que o país vai avançar apesar do terremoto que o golpeou no mês passado.

A cerimônia de transmissão da chefia do Executivo chileno de Michelle Bachelet a Piñera ocorrerá ao meio-dia de hoje (mesmo horário de Brasília), na sede do Congresso, na cidade de Valparaíso, a 120 quilômetros de Santiago.

"O Chile, como disse minha queridíssima amiga Michelle Bachelet, apesar dos momentos difíceis, seguirá adiante. Terá todo nosso apoio, carinho, nossa felicitação dentro das duras circunstâncias por este transpasse democrático do mando presidencial", ressaltou Correa.

O mandatário chegou à nação sul-americana a bordo de um avião da Força Aérea Equatoriana que transportou também ajuda humanitária -- artigos de higiene e alimentos -- e uma equipe com 17 médicos para ajudar no socorro às vítimas do tremor de terra.

O terremoto abalou o Chile às 3h34 da madrugada do dia 27 de fevereiro, alcançando 8,8 graus na escala Richter. Cerca de dois milhões de pessoas foram afetadas e pelo menos 497 vítimas fatais já foram identificadas.

Correa disse ser o portador de "um abraço imenso e solidário deste povo que vos quer tão bem e com o qual nos unem tantos lanços, o [povo] equatoriano".

"Que viva o Chile, até a vitória sempre, queridos chilenos e chilenas", disse o presidente antes de deixar o aeroporto de Santiago com direção à casa do embaixador de seu país, Francisco Borja. Estava programado para que ele logo embarcasse rumo a Valparaíso, onde ocorre a posse.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h00

    0,40
    3,279
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,95
    63.257,36
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host