UOL Notícias Notícias
 

12/03/2010 - 16h51

Na Bolívia, Mujica deve discutir compra de gás e construção de porto

ANSA
LA PAZ, 12 MAR (ANSA) - O presidente do Uruguai, José Mujica, chega na noite de hoje à Bolívia, dando continuidade a seu primeiro giro internacional desde que tomou posse, no dia 1º. Em Cochabamba, ele terá um encontro com o colega Evo Morales amanhã de manhã.

Alguns dos assuntos que deverão ser abordados por ambos os mandatários são a possível compra de gás natural boliviano por parte do Uruguai e a construção de um porto no balneário La Paloma, no departamento uruguaio de Rocha.

A Bolívia tem interesse no projeto porque quer obter um acesso ao Oceano Atlântico.

Além disso, a construção do porto, que deve custar cerca de US$ 1,5 bilhão, atende aos planos de integração física do Mercosul, composto por Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai e com a Venezuela em processo de adesão. Bolívia e Chile participam como países associados.

O coordenador de imprensa da Chancelaria boliviana, Gastón Núñez, disse que também é provável que Mujica visite as províncias de Punata, Mizque e Aiquile, todas no departamento de Cochabamba, centro da Bolívia.

O comandante da polícia da região, coronel Carlos Quiroga, informou que 70 agentes foram exclusivamente designados para garantir a segurança do presidente do Uruguai.

Antes de visitar a Bolívia, Mujica foi ao Chile, onde assistiu à cerimônia de posse do presidente Sebastián Piñera. Brasil, Argentina e Venezuela são outros destinos que podem entrar em sua agenda oficial ainda no mês de março.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host