UOL Notícias Notícias
 

14/03/2010 - 13h45

Colombianos votam em eleições legislativas; Uribe abre jornada

ANSA
BOGOTÁ, 14 MAR (ANSA) - O presidente da Colômbia, Álvaro Uribe, inaugurou hoje ao lado de sua família as eleições legislativas do país dando o primeiro voto, como é tradicional.

As urnas foram abertas às 8h (10h em Brasília) e assim deverão permanecer até às 16h. Mais de 29,8 milhões de pessoas poderão participar para escolher 102 senadores e 166 deputados, além de cinco representantes para o Parlamento Andino. Ao todo, há 2.539 candidatos registrados.

Mais de 70 mil mesas foram montadas em todo o país, e também há votação no exterior, em 60 consulados.

"A democracia é todo o contrário da violência, a democracia é todo o contrário da corrupção, a democracia é um encontro superior do ser humano com a liberdade, é um profundo encontro com a consciência", disse Uribe após votar, em Bogotá.

O mandatário, a exemplo do que já havia feito ontem, celebrou o ambiente de tranquilidade que marca a jornada eleitoral. "As Forças Armadas realizam uma grande tarefa para proteger a democracia em todo o país", ressaltou.

Já o ministro da Defesa, Gabriel Silva, confirmou que a votação transcorre em um clima de "plena normalidade e tranquilidade", mas admitiu que houve alguns "incidentes isolados, com os quais se tentou intimidar as pessoas para que não exerçam seu direito ao voto".

São fatos isolados, disse Silva, "que em sua maioria foram prevenidos". Ele pediu à população que vote, "porque esta é uma forma de derrotar os violentos".

Ontem, o governo colombiano ordenou o fechamento das fronteiras terrestres do país durante a jornada eleitoral. A medida foi tomada por motivos de segurança.

Presidenciais

O pleito de hoje é encarado como uma prévia das eleições presidenciais do dia 30 de maio. O presidente Uribe foi impedido pela Justiça de participar -- ele tentaria o terceiro mandato seguido --, e por isso o candidato governista será o ex-ministro da Defesa Juan Manuel Santos.

Outros candidatos bem cotados são o senador opositor Gustavo Petro, do Pólo Democrático Alternativo (PDA), e o ex-prefeito de Medellín Sergio Fajardo, que é independente.

Atualmente, o governo detém maioria no Congresso, com 72 senadores e 103 deputados, algo que tentará preservar nas eleições deste domingo.

Também hoje, o Partido Conservador e o Partido Verde realizam primárias para indicar seus respectivos postulantes ao Executivo nacional.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,12
    3,283
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,05
    63.226,79
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host