UOL Notícias Notícias
 

25/03/2010 - 19h53

Brasileiros ainda não receberam confirmação sobre resgate de reféns das Farc, diz senador

ANSA
SÃO PAULO, 25 MAR (ANSA) - O senador João Pedro (PT-AM) informou hoje à ANSA que a brigada militar brasileira que espera no município de São Gabriel da Cachoeira, no Amazonas, o início dos resgates de dois reféns das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) ainda não receberam a confirmação sobre eventuais operativos.

A informação foi transmitida ao parlamentar por autoridades do Exército. Um comandante militar explicou ao senador, porém, que neste tipo de operações é comum que o aviso seja dado pouco antes de seu começo.

A delegação brasileira aguarda para participar das atividades em uma unidade militar situada em São Gabriel da Cachoeira.

A senadora colombiana Piedad Córdoba, que deve liderar a missão de resgate, viajará ao local entre hoje e amanhã. Em sua página no Twitter, a parlamentar disse na tarde desta quinta-feira que "tudo segue dentro do cronograma".

Os reféns que podem ser soltos pelas Farc de maneira unilateral são o sargento Pablo Emilio Moncayo e o soldado Josué Daniel Calvo. A exemplo do que já ocorreu no início do ano passado, o Brasil dará apoio logístico aos trabalhos, com o envio de helicópteros e tripulantes. Também participarão representantes do Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV).

Segundo informações divulgadas por Córdoba, Calvo, sequestrado há dois anos, seria libertado neste sábado na cidade de Villavicencio, capital do departamento (estado) de Meta. Já Moncayo, que está há mais de 12 anos em cativeiro, seria solto na próxima segunda-feira em Florencia, no departamento de Caquetá.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,31
    3,266
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,60
    62.662,48
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host