UOL Notícias Notícias
 

26/03/2010 - 18h20

Correa e Chávez lançam linha de lubrificantes e criticam 'hegemonia do império'

ANSA
QUITO, 26 MAR (ANSA) - Os presidentes do Equador, Rafael Correa, e da Venezuela, Hugo Chávez, lançaram hoje uma nova linha de lubrificantes automotivos produzida em parceria pelas empresas estatais Petrocomercial e PDVSA.

O ato foi realizado em um posto de gasolina de Quito. De maneira simbólica, os mandatários abriram duas embalagens do produto e colocaram-no em um táxi.

Chávez, que chegou ao Equador na madrugada desta sexta-feira, explicou que a PDVSA adquiriu uma fábrica em Guayaquil, a 270 quilômetros de Quito. A unidade tem capacidade para produzir até 10 milhões de galões por ano. Para 2010, a expectativa é fabricar 3,8 milhões.

Segundo ele, o projeto binacional colabora para romper com a "hegemonia" estabelecida pelo "império" neste mercado por meio de suas transnacionais.

"É por isso que o império não gosta de Rafael Correa nem do atual governo do Equador, porque é um governo livre", disse o presidente venezuelano.

Correa, por sua vez, ressaltou que o convênio representa um passo "pequeno, mas muito significativo na direção de um novo paradigma de cooperação, coordenação e complementaridade".

"Hoje [temos] mais um fruto dessa nova lógica, os lubrificantes com a marca Petroecuador [empresa à qual a Petrocomercial é vinculada] e PDVSA, feitos aqui no país, não importados, de melhor qualidade e mais baratos", declarou.

A visita de Chávez a Quito tem também como objetivo analisar o andamento de 40 convênios bilaterais, especialmente no setor do petróleo.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host