UOL Notícias Notícias
 

26/03/2010 - 17h38

Senadores paraguaios voltam a rejeitar ingresso da Venezuela no Mercosul

ANSA
ASSUNÇÃO, 26 MAR (ANSA) - Senadores paraguaios reiteraram hoje sua negativa ao ingresso da Venezuela como membro pleno do Mercosul, ao comentarem a decisão da Justiça de Caracas, que ordenou ontem a prisão do presidente do canal de TV opositor Globovisión, Guillermo Zuloaga.

A entrada da nação governada pelo presidente Hugo Chávez no bloco regional depende somente do parecer do Legislativo paraguaio, já que os congressos dos outros membros do grupo -- Brasil, Argentina e Uruguai -- já deram seu aval.

Hoje, o senador Justo Cárdenas, do Partido Colorado (de oposição), afirmou que a detenção de Zuloaga e as acusações que pesam sobre ele "dificultam muito mais a entrada da Venezuela no Mercosul".

O presidente da Globovisión foi retido ao tentar deixar o país em direção a Bonaire, ilha das Antilhas Holandesas. Ele é acusado de ter criticado Chávez durante uma assembleia da Sociedade Interamericana de Imprensa (SIP, na sigla em espanhol). Segundo a procuradora Luisa Ortega, a ordem de prisão foi emitida para evitar que ele tente "fugir".

No Paraguai, o presidente do Congresso, senador Miguel Carrizosa, do opositor Partido Pátria Querida (PPQ), reiterou suas acusações contra Chávez, a quem classifica de "ditador". "Por isso, dizemos não à entrada da Venezuela no Mercosul", enfatizou o parlamentar, que assegurou que manterá sua oposição enquanto estiver à frente da casa.

No ano passado, o presidente paraguaio, Fernando Lugo, retirou a matéria da pauta de votações do Congresso, com receio de que a oposição conseguisse reunir votos suficientes para barrar o ingresso da Venezuela.

Em dezembro de 2009, o Brasil foi o terceiro a aprovar a entrada do país vizinho no bloco regional, deixando a decisão final para o Paraguai.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,48
    3,144
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,53
    75.604,34
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host