UOL Notícias Notícias
 

28/03/2010 - 16h23

Pesquisa aponta queda na popularidade de Chávez entre camadas mais baixas

ANSA
CARACAS, 28 MAR (ANSA) - A popularidade do presidente venezuelano, Hugo Chávez, diminuiu entre os segmentos que formam sua principal base de apoio, segundo uma pesquisa publicada pelo jornal de oposição El Nacional.

De acordo com o estudo, realizado pela empresa Hinterlaces, somente 35% da classe D e 43% da classe E -- as camadas mais baixas da sociedade -- confiam no mandatário.

Ainda segundo a reportagem, os números contrastam com os divulgados em dezembro de 2006, nos quais a popularidade de Chávez atingia índices de 72,6% na classe D e de 75,4% em meio à classe E.

A pesquisa indica que, no total, 59% das pessoas entrevistadas possuem pouca ou nenhuma confiança no presidente.

O diretor da Hinterlaces, Oscar Schemel, assinalou que a investigação demonstra "pessimismo, desconcerto, desencanto e desesperança ante a crise do país", já que, segundo ele, 65% consideram que "as coisas vão mal ou muito mal".

O estudo foi realizado com 1.500 pessoas de todo o país entre os dias 12 e 21 de fevereiro e coincide com o resultado de outras pesquisas de empresas privadas que apontam para uma queda na aprovação a Chávez.

A razão da redução se deve, entre outros problemas, ao aumento na insegurança e à crise de escassez energética -- esta última fez com que o mandatário declarasse feriado nacional durante toda a Semana Santa como forma de reduzir o consumo de luz.

De acordo com uma sondagem da empresa Ivad, utilizada pelo governo, a "popularidade" de Chávez alcançou 58% em janeiro passado, ainda que o nível de "confiança" esteja em 48%.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host