UOL Notícias Notícias
 

31/03/2010 - 09h00

Às vésperas da Páscoa, Papa diz que padres devem ser mensageiros da paz

ANSA
CIDADE DO VATICANO, 31 MAR (ANSA) - O papa Bento XVI voltou a exortar os sacerdotes a "deixar-se conquistar por Cristo" e a se tornar "mensageiros de paz, esperança e reconciliação" durante a audiência geral desta quarta-feira.

Cerca de 11 mil fieis estiveram na manhã de hoje na Praça de São Pedro. O Pontífice falou aos presentes sobre os eventos que envolvem a celebração da Páscoa, que será iniciada com a Santa Missa Crismal de amanhã, a partir das 9h30 (4h30 no horário de Brasília).

"Viver intensamente estes dias, para que orientem decisivamente a vida de qualquer um à adesão generosa e convicta a Cristo, morto e ressuscitado por nós", convidou o Papa durante a audiência.

Além da missa da Quinta-feira Santa, na qual serão consagrados os óleos usados nos ritos católicos -- entre os quais o do sacramento sacerdotal --, o chefe máximo da Igreja Católica presidirá uma celebração na Basílica de São João de Latrão.

Nesta solenidade, marcada para as 17h30 locais, o Pontífice lavará os pés de 12 sacerdotes, em alusão ao que fez Jesus Cristo com seus apóstolos. A solenidade estará incluída na Santa Missa da Ceia do Senhor.

Durante o ato, os presentes serão convidados a contribuir para a reconstrução do seminário de Porto Príncipe, destruído pelo terremoto que atingiu fortemente a capital do Haiti em janeiro, matando mais de 220 mil pessoas. A soma recolhida será confiada a Bento XVI durante a oferenda.

Já na Sexta-feira Santa, o Papa tomará parte da Celebração da Paixão do Senhor, que será iniciada às 17h locais. Ele não se pronunciará neste evento, deixando a palavra para o Pregador da Casa Pontifícia, Frei Raniero Cantalamessa. Às 21h15 locais ocorrerá a tradicional Via-Sacra no Coliseu, um dos mais famosos cartões postais de Roma.

No Sábado Santo, começa às 21h locais a Vigília Pascal na Noite Santa, com a bênção do fogo, símbolo da ressurreição. Bento XVI presidirá a missa e batizará seis pessoas provenientes de diferentes países do mundo.

No dia seguinte, o Domingo de Páscoa, o Pontífice abrirá a solenidade às 10h15 locais, executando a bênção "Urbi et Orbi" a partir da sacada central da Basílica Vaticana.

Após as celebrações, já à noite, o chefe máximo da Igreja Católica viajará para a residência papal de Castel Gandolfo, na região italiana do Lazio, onde repousará por alguns dias. De lá, ele recitará o Angelus de segunda-feira.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,13
    3,270
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,51
    63.760,94
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host