UOL Notícias Notícias
 

01/04/2010 - 14h38

Na missa da Quinta-Feira Santa, Papa convida cristãos a meditarem sobre suas 'culpas'

ANSA
CIDADE DO VATICANO, 1 ABR (ANSA) - O papa Bento XVI convidou hoje os cristãos a fazerem um "profundo exame de consciência" em relação às "culpas e erros" que ameaçam "a unidade" do povo de Deus, afastando-o da "comunhão" com o Senhor.

O Papa fez a exortação ao celebrar nesta tarde a tradicional missa da Ceia do Senhor, conhecida também por missa do Lava-Pés, cerimônia da Quinta-Feira Santa em que é recordado o gesto de Jesus Cristo perante seus apóstolos na véspera de sua morte.

"Quando meditamos sobre a Paixão do Senhor, devemos também perceber a dor de Jesus para o fato de que estamos em contraste com sua pregação; que resistimos ao seu amor; que nos opomos à unidade", advertiu o Pontífice.

Na solenidade, embora não tenha abordado explicitamente as denúncias de pedofilia que envolveriam membros da Igreja Católica e que têm sido destaques nos noticiários em várias partes do mundo, o Papa exortou por uma profunda reflexão.

"Neste momento, Jesus nos pergunta: você vive, mediante à fé, na comunhão comigo e assim na comunhão com Deus? Ou você vive para si próprio, afastando-se assim da fé? E será que você não é, com isso, o culpado pela divisão que obscurece a minha missão no mundo e que impede aos homens o acesso ao amor de Deus?", complementou.

Ao longo da cerimônia, realizada na Basílica de São João de Latrão, em Roma, Bento XVI recordou a ação de Cristo, lavando os pés de 12 padres, "um gesto de humildade" que reassume "o serviço redentor de Jesus para a humanidade, que precisa de purificação".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,21
    3,129
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h06

    -0,09
    75.909,44
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host