UOL Notícias Notícias
 

05/04/2010 - 15h08

Após confrontos, presidente peruano diz que mineração informal é 'selvagem e invasiva'

ANSA
LIMA, 5 ABR (ANSA) - O presidente do Peru, Alan García, classificou hoje as atividades de mineração informais no país como "selvagens" e reiterou que não permitirá a continuidade de tais operações.

García retomou o tema nesta segunda-feira após conflitos entre a Polícia Nacional e mineradores deixarem ao menos seis mortos na cidade de Chala no último domingo.

O mandatário ainda considerou que esse tipo de extração é prejudicial, tanto para o meio ambiente como para os trabalhadores, que não possuem acesso a qualquer tipo direito e estão sujeitos à escravização.

"Não pode haver mineração selvagem, pirata e invasiva, porque ela explora os trabalhadores: não há salário fixo, previdência social e acarreta a prostituição e até mesmo a escravização das crianças", argumentou García.

Desde o sábado, cerca de seis mil mineradores realizam um bloqueio na estrada Panamericana Sul, em Chala, impedindo o trânsito de veículos particulares e ônibus.

Os manifestantes reivindicam o levantamento de leis que ordenam a formalização da atividade e excluem a região de Madre de Dios, a zona com maior biodiversidade do país, das áreas de extração. Já o governo alega que as medidas foram implementadas para evitar a destruição das zonas verdes.

Na tentativa de desbloquear a via, as autoridades enviaram cerca de 200 efetivos à região, o que deu início a um conflito. Além das vítimas fatais, de acordo com a imprensa local, mais de 20 pessoas ficaram feridas e outras 50 foram detidas.

Segundo dados oficiais, a atividade de mineração artesanal, que deverá ser formalizada pelo governo, é desenvolvida por 40 mil famílias, que produzem 17 toneladas de ouro por ano, o que representa US$ 150 milhões.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,22
    3,148
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h22

    0,64
    65.099,56
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host