UOL Notícias Notícias
 

06/04/2010 - 14h32

Bispos belgas estão dispostos a colaborar com investigações sobre pedofilia

ANSA
BRUXELAS, 6 ABR (ANSA) - A Conferência Episcopal da Bélgica anunciou que poderia apoiar os trabalhos de uma comissão de investigação histórica para analisar o comportamento passado da Igreja do país em relação a supostas denúncias de pedofilia.

O anúncio foi feito pelo porta-voz dos bispos do país, Eric De Beukelaer, à imprensa local, após a homilia pascal do presidente da conferência e arcebispo de Malines-Bruxelas, André-Joseph Léonard.

Durante as celebrações da Semana Santa, o prelado desferiu um duro ataque contra o que definiu como "o silêncio culpável" da instituição católica.

"Por décadas a Igreja geriu mal o problema da pedofilia em seu interior", afirmou Léonard, assinalando que a vontade dos religiosos é "restabelecer em sua dignidade aqueles que foram explorados de modo abominável".

"Se professores universitários quisessem fazer luz sobre o passado, receberiam a plena colaboração da Igreja", explicou De Beukelaer, retomando uma iniciativa análoga adotada em 2005 pela Conferência de Bispos Católicos dos Estados Unidos (USCCB, na sigla em inglês).

Recentemente, denúncias de pedofilia que envolvem religiosos católicos vieram à tona em diversos países, entre eles Alemanha, Irlanda, Suíça, Itália e Brasil.

Logo após a divulgação das suspeitas, as cúpulas episcopais da Holanda e da Áustria decidiram criar uma comissão de investigação independente.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,97
    3,127
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,99
    64.389,02
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host