UOL Notícias Notícias
 

06/04/2010 - 17h25

Nova ameaça contra Berlusconi é enviada à sede do PDL em Roma

ANSA
ROMA, 6 ABR (ANSA) - O diretório do partido Povo da Liberdade (PDL), do primeiro-ministro italiano, Silvio Berlusconi, localizado em Roma, recebeu hoje um envelope com um projétil destinado ao premier.

"Esta bala na cabeça de Berlusconi", dizia a mensagem que acompanhava a correspondência, cujo conteúdo já está sendo analisado pela Divisão de Investigações Gerais e Operações Especiais da capital.

De acordo com Roberto Cantiani, que atua na comissão de segurança do município de Roma, e com o líder do PDL na cidade, Sandro Toti, tal ação "constitui um ato gravíssimo, que representa um verdadeiro ataque à democracia, uma ameaça inaceitável contra o líder do maior partido italiano".

"É preocupante que alguém queira continuar a alimentar a tensão e o ódio político contra Berlusconi, com um ataque deplorável como este", disseram.

Cantiani e Toti expressaram ainda "nossa solidariedade e proximidade" ao premier, que "não se deixará ser intimidado".

Na última semana, uma carta a advertência de um ataque contra o primeiro-ministro italiano foi entregue pelo serviço postal do país europeu à sede da ANSA em Bari. A mensagem, assinada por "grupos armados de libertação", estava escrita a mão e alertava sobre um atentado a bomba contra "o carro de Berlusconi".

No último dia 27, às vésperas das eleições regionais italianas -- realizadas nos dias 28 e 29 de março --, já havia sido descoberta uma carta endereçada ao chefe de Governo e aos líderes de sua legenda. O envelope estava em um dos postos de correio de Milão e também continha uma bala de arma de fogo.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,59
    3,276
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -1,54
    61.673,49
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host