UOL Notícias Notícias
 

06/04/2010 - 16h58

Piedad Córdoba adia para amanhã início de giro pela Europa

ANSA
BOGOTÁ, 6 ABR (ANSA) - A senadora colombiana Piedad Córdoba, mediadora das negociações entre o governo do presidente Álvaro Uribe e as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), adiou para amanhã o início da viagem que fará à Europa em busca de "solidariedade e paz".

Apesar de não ter divulgado a razão do adiamento, a senadora declarou hoje em sua página no Twitter que iniciará nesta quarta-feira um "giro propositivo" por quatro países do continente europeu: Espanha, França, Suíça e Bélgica.

A legisladora defende que a Colômbia realize um "intercâmbio humanitário" com o grupo armado, por meio do qual os reféns seriam trocados por guerrilheiros presos.

A proposta é semelhante a das Farc, que na semana passada libertaram o soldado Josué Daniel Calvo e o sargento Pablo Emilio Moncayo, além de entregarem os restos mortais do capitão Julián Guevara, morto em cativeiro em 2006.

O presidente colombiano, por sua vez, reiterou que só aceitaria a troca caso os detidos se comprometessem a não retornar às atividades ilícitas.

Em outra mensagem que veiculou hoje na rede de microblogs, Córdoba explicitou um dos argumentos que apresentará às autoridades européias, de que "cada euro" enviado "para uma saída militar" representa "um dia a mais de guerra na Colômbia".

A senadora colombiana faz parte do Partido Liberal, de oposição ao presidente Uribe.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host