UOL Notícias Notícias
 

08/04/2010 - 14h20

Cristina diz que relações entre Chile e Argentina não sofrerão alterações com Piñera

ANSA
BUENOS AIRES, 8 ABR (ANSA) - A presidente da Argentina, Cristina Kirchner, garantiu hoje que as relações de seu país com o Chile não sofrerão mudanças, mesmo que o seu par chileno, o empresário Sebastián Piñera, venha de outra orientação política.

"A primeira vontade de todo político é a de respeitar os povos", disse Cristina após receber Piñera na Casa Rosada, sede do Executivo argentino.

A consideração da mandatária poderia ainda ser entendida ainda como uma forma de minimizar as tensões que poderiam surgir em decorrência da designação do novo embaixador chileno ao país, Miguel Otero, que é criticado por seu passado "pinochetista", ligado ao ex-ditador Augusto Pinochet (1973-1990). A nomeação ainda não foi aceita pela Argentina.

Cristina não disse, contudo, se esse tema entrou na pauta do encontro, explicando apenas que na reunião os temas bilaterais foram abordados "amorosa e amigavelmente", assim como as questões relacionadas à "fronteira" e "ao processo de integração da região".

Por sua vez, Piñera destacou a necessidade de "integração" regional, em especial "econômica e tecnológica".

Mais cedo, ao chegar à cidade de Buenos Aires, o mandatário chileno manifestou sua "mais profunda gratidão pela ajuda" da Argentina após o terremoto de 27 de fevereiro.

Piñera, que assumiu o cargo no dia 11 de março, reiterou que os dois países "têm muitas coisas que os une: uma história, uma cultura, um passado e um futuro", e considerou a nação vizinha como "amiga e irmã".

Depois da Argentina, Piñera embarca para o Brasil, onde deve chegar ainda hoje para reuniões com Luiz Inácio Lula da Silva e os pré-candidatos à presidência do país Dilma Rousseff e José Serra.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    09h50

    0,06
    3,150
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h22

    0,64
    65.099,56
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host