UOL Notícias Notícias
 

09/04/2010 - 08h47

No Chile, secretário do Vaticano ressalta importância de tratado do Canal de Beagle

ANSA
PUNTA ARENAS, 9 ABR (ANSA) - O secretário de Estado do Vaticano, cardeal Tarcisio Bertone, relembrou a mediação do papa João Paulo II no conflito do Canal de Beagle, ao visitar a cidade chilena de Punta Arenas.

"Um enfrentamento muito possível esteve a ponto de ocorrer", comentou o religioso, referindo-se à tensão entre Chile e Argentina pela soberania das ilhas ao sul do Canal de Beagle e à demarcação marítima da região, localizada na Terra do Fogo, extremo sul do continente americano.

"Quantos mortos teria ocasionado e quanta dor para os filhos e filhas dos dois países, que não podem ser senão irmãos?", questionou Bertone.

Em 1978, Chile e Argentina mobilizaram suas tropas para a Terra do Fogo. As estações de rádio deixaram de divulgar boletins meteorológicos na região, por se tratar de informação militar, e a população de Punta Arenas preparou-se para o combate.

O conflito armado foi impedido graças à intervenção do papa João Paulo II. O pontífice convenceu os governos de Santiago e Buenos Aires a receber a visita de seu enviado para a paz, o cardeal Antonio Samoré.

O Tratado de Paz e Amizade, firmado por ambos países em 1984, decretou o fim do Conflito de Beagle. No ano passado, a presidente Cristina Kirchner, da Argentina, e a ex-mandatária Michelle Bachelet, do Chile, se reuniram com o papa Bento XVI no Vaticano para relembrar a assinatura do documento.

"Aquele tratado de paz foi o triunfo da razão, do diálogo, da clarividência e da convivência pacífica. Hoje devemos preservar isto para que a convivência harmônica dos nossos povos continue sendo uma realidade viva e querida por todos", observou o cardeal.

Por sua vez, o prefeito de Punta Arenas, Wladimiro Mimica, afirmou que os chilenos e argentinos "muito devem" ao Vaticano.

"Devemos a paz entre os dois povos irmãos por tradição e a história como Chile e Argentina. Graças a João Paulo II e à mediação do cardeal Antonio Samoré", apontou Mimica, convidando Bento XVI a visitar o país.

Em uma missa celebrada ontem na cidade, Bertone também afirmou que os homens não podem ser indiferentes à degradação ambiental. "É preciso levar a cabo um esforço conjunto em toda a sociedade para que se respeite a ecologia humana", defendeu.

"Há uma relação estreita e profunda, na qual a sorte de um depende do outro. Cuidar da natureza é cuidar de nós mesmos", exultou o cardeal.

Está previsto para o secretário de Estado visitar nesta sexta-feira a cidade de Concepción, uma das mais afetadas pelo terremoto de 8,8 graus na escala Richter que atingiu o Chile no último dia 27 de fevereiro. Ele também deve celebrar uma missa na catedral local, e à noite, se reunir com jovens.

Bertone iniciou sua visita oficial de uma semana ao Chile na última terça-feira, e já se encontrou com o presidente Sebastián Piñera, que tomou posse no dia 11 de março.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    11h50

    0,35
    3,168
    Outras moedas
  • Bovespa

    11h51

    0,49
    74.809,65
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host