UOL Notícias Notícias
 

10/04/2010 - 14h47

Mujica convoca reunião com parlamentares governistas após receber críticas

ANSA
MONTEVIDÉU, 10 ABR (ANSA) - O presidente uruguaio, José Mujica, afirmou que seu plano de beneficiar ex-repressores presos que têm mais de 70 anos "não foi entendido", ao mesmo tempo em que convocou uma reunião com parlamentares após receber críticas sobre o tema.

Depois de pedir "unidade" em seu programa de rádio e assegurar que seu governo "nunca vai utilizar a disciplina como conceito obrigatório que imponha nada", o mandatário chamou os deputados da coalizão de esquerda da qual faz parte, a Frente Ampla, para um encontro.

O evento ocorrerá na terça-feira, e cogita-se que estarão na pauta de discussão os questionamentos e rechaços à proposta sugerida pelo presidente de conceder liberdade ou prisão domiciliar a prisioneiros idosos, inclusive ex-membros da ditadura (1973-1985).

O mandatário uruguaio, que esteve preso por mais de dez anos durante o regime, hoje se depara com um problema de superlotação nas cadeias. Entre 2000 e 2007, o número de detentos passou de 4.368 a 7.004. Estima-se que atualmente a cifra supere os nove mil.

O secretário da presidência, Alberto Breccia, assegurou recentemente que o governo não trabalha na redação deste projeto de lei, ressaltando que o tema é uma "posição filosófica" de Mujica.

"Não se entendeu o que planteei", disse Mujica sobre a polêmica suscitada pela hipótese do projeto de lei.

A imprensa local assinalou que a reunião com os membros da Frente Ampla também buscará "coordenar" o trabalho entre Executivo e Legislativo, e analisar as diferentes iniciativas para os primeiros anos do governo -- inaugurado com a posse do mandatário, em 1º de março.

O parlamentar Eduardo Fernández, do Partido Socialista, disse ao jornal El País que "o governo de Mujica é nosso governo e vamos acompanhá-lo".

"O que levantou [sobre os ex-repressores] não é compartilhado pelo Partido Socialista, mas sempre terá nosso respaldo", apontou.

No entanto, a oposição -- formada pelos partidos Nacional, Colorado e Independente -- reagiu positivamente à proposta de libertar os presos com mais de 70 anos atendendo a razões "humanitárias".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    11h09

    0,29
    3,232
    Outras moedas
  • Bovespa

    11h16

    -0,17
    74.362,36
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host