UOL Notícias Notícias
 

12/04/2010 - 08h20

Nos EUA, Piñera assiste a missa em homenagem às vítimas do terremoto

ANSA
WASHINGTON, 12 ABR (ANSA) - O presidente do Chile, Sebastián Piñera, assistiu a uma missa em homenagem às mais de 400 vítimas fatais do terremoto de 8,8 graus na escala Richter que atingiu o país no último dia 27 de fevereiro.

A cerimônia, realizada em uma catedral de Washington, nos Estados Unidos, reuniu aproximadamente 200 pessoas -- a maioria membros da comunidade chilena na capital norte-americana, diplomatas e personalidades como o secretário-geral da Organização dos Estados Americanos (OEA), José Miguel Insulza.

"Ofereço essa missa à presidência do Chile, para que possa fazer tantas coisas boas pelo seu país, e também ofereço ao Chile, que sofre os efeitos do terremoto", disse o cardeal Theodor McCarrick, arcebispo emérito de Washington, quem presidiu a solenidade.

Piñera chegou ontem à tarde aos Estados Unidos, onde participará da Cúpula de Segurança Nuclear, que ocorrerá entre hoje e amanhã. Convocada pelo presidente norte-americano, Barack Obama, a reunião tem o objetivo de coordenar estratégias para conter a ameaça nuclear.

Antes de ir a Washington, o mandatário chileno esteve no município de Nova Orleans para conhecer os projetos de reconstrução do local, atingido pelo furacão Katrina em 2005.

Durante a visita, que durou cerca de seis horas, Piñera foi à zona portuária acompanhado pelo prefeito Ray Nagin, passeou pelo centro da cidade e por Lower Ninth Ward, bairro que ficou totalmente inundado.

O presidente do Chile tomou posse no último dia 11 de março, com a principal tarefa de reconstruir o país. Estima-se que o prejuízo causado pelo terremoto tenha sido de US$ 30 bilhões.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    15h59

    -0,82
    3,256
    Outras moedas
  • Bovespa

    16h06

    1,42
    64.123,60
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host