UOL Notícias Notícias
 

12/04/2010 - 19h06

Partido de Berlusconi sai fortalecido de eleições municipais

ANSA
ROMA, 12 ABR (ANSA) - O segundo turno das eleições municipais italianas, encerrado hoje, confirmou uma tendência favorável ao partido governista, Povo da Liberdade (PDL), do primeiro-ministro, Silvio Berlusconi.

Das quatro capitais que realizaram o pleito, duas serão governadas pela centro-direita e as outras pelo Partido Democrata (PD, da centro-esquerda), que até então controlava três das localidades em questão.

A vitória mais significativa para o PDL ocorreu em Mântua, que faz parte da região de Lombardia, onde Nicola Sodano derrotou Fiorenza Brioni com 52,2% dos votos.

O presidente da região [governador], Roberto Formigoni, recentemente reeleito para o seu terceiro mandato, comemorou a vitória governista. O ministro do Interior, Roberto Maroni, por sua vez, classificou o resultado como "clamoroso".

Já em Vibo Valentia, na província da Calábria, o representante do PDL, Nicola D'Agostino, obteve a preferência de 59,2% da população.

As vitórias do PD, por sua vez, ocorreram em Macerata e Matera. Na primeira, Romano Carancini conquistou 50,29% dos votos; na segunda, Salvatore Adduce ficou com 50,3%.

Apesar dos resultados terem sido favoráveis ao PDL, a marca do segundo turno foi o baixo comparecimento às urnas: 59,3% em Macerata (contra 71,2% no primeiro turno); 59,9% em Mântua (68%); 59,3% em Matera (80,2%); e 57,8% em Vibo Valentia (77,3%).

Além das quatro capitais italianas, outros 37 municípios voltaram às urnas. O primeiro turno das eleições municipais aconteceu junto às provinciais, nos dias 28 e 29 de março.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,59
    3,276
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -1,54
    61.673,49
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host