UOL Notícias Notícias
 

15/04/2010 - 14h36

Argentina divulgará hoje oferta de troca da dívida a credores

ANSA
BUENOS AIRES, 15 ABR (ANSA) - A presidente da Argentina, Cristina Kirchner, anunciou que o governo divulgará na tarde de hoje sua nova oferta aos credores para uma troca dos títulos da dívida do país, que declarou moratória em 2001.

"Hoje, às 18h30, o ministro da Economia [Amado Boudou] anunciará a troca" da dívida, declarou Cristina no ato de lançamento de uma linha de empréstimos hipotecários para habitações no Banco Nação.

Em 2005, durante a administração do ex-presidente Néstor Kirchner (2003-2007), foi feita uma primeira troca dos títulos em moratória por outros papéis, mas com um desconto de até 75%.

Com isso, a dívida do país foi reduzida de US$ 82 bilhões para US$ 20 bilhões, já que para cada US$ 100 de dívida, o credor receberia US$ 25. Naquela época, Buenos Aires disse que 76% dos credores aderiram ao plano.

De acordo com Cristina, "há muita expectativa" sobre a resposta dos credores que não aceitaram a troca anterior sobre a oferta que será realizada hoje.

A mandatária ainda indicou que espera que "neste ano possamos acabar com essa etapa que nos retirou do mundo" para "criar um novo cenário para a Argentina, com o qual poderemos fazer investimentos".

A intenção do governo argentino é utilizar as reservas do Banco Central para efetuar a troca dos títulos da dívida do país, o que causou uma crise política interna, pois o então titular da instituição financeira, Martín Redrado, se opôs à operação.

Ontem, em meio a discussões entre governistas e opositores, o Senado argentino finalmente aprovou a nomeação de Mercedes Marcó del Pont, favorável à proposta governista. A economista havia sido designada em fevereiro, logo após Redrado ser exonerado.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host